PETA compra acções da Louis Vuitton

Não, a PETA não decidiu deixar a luta pelos direitos dos animais e dedicar-se ao mundo da moda de luxo. A associação comprou acções na LVMH, empresa que detém a marca Louis Vuitton, na tentativa de conseguir algum poder de decisão sob o modo como são produzidas as peças de roupa e acessórios.

Segundo o site Campaign, a PETA repetiu a estratégia com outras marcas de luxo, garantindo um lugar nas reuniões de accionistas e o direito a questionar a administração. No caso da Louis Vuitton, o objectivo mais premente da associação é impedir que a marca continue alegadamente a utilizar pele de crocodilo nas suas malas.

Segundo um vídeo publicado pela PETA, a Louis Vuitton recorrerá a quintas de crocodilos no Vietname para conseguir as matérias-primas necessárias, sendo que os animais serão esfolados ainda vivos. Sylvie Bernard, directora da LVMH para a área do ambiente, garante, por seu turno, que a marca não compra pele de crocodilo no Vietname desde 2014.

Citada pela mesma publicação, a responsável acrescenta que «qualquer método cruel envolvendo o sofrimento dos animais contradiz claramente os princípios e regras» da marca.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...