Paródia mostra como os anúncios em tempo de COVID-19 podem ser (muito) parecidos

Um piano e uma música triste como pano de fundo é um dos elementos principais das campanhas de publicidade desenvolvidas desde que o novo coronavírus invadiu o dia-a-dia de milhões de pessoas em todo o Mundo. A constatação pertence a Microsoft Sam, youtuber norte-americano que acredita que todos os anúncios feitos no âmbito da pandemia são muito semelhantes.

Em jeito de paródia, o youtuber cortou e colou dezenas de anúncios para provar que tem razão. O resultado é um vídeo com mais de três minutos e com exemplos de marcas como Uber, Apple, Samsung, Budweiser, Facebook, Lexus, Aldi ou Dunkin Donuts.

A receita, de acordo com Microsoft Sam, inclui expressões como “tempos de incerteza” e “estamos aqui para vocês”, bem como a promessa de que a prioridade são as pessoas e as suas famílias. Também é comum o apelo a que os espectadores fiquem em casa, cumprindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde.

O youtuber justifica estas semelhanças com o facto de muitas empresas se terem visto a braços com dificuldades económicas, quase da noite para o dia. «Precisavam de mandar uma mensagem – e rápido. Pediram às suas equipas para criar algo. E como não podem filmar um novo anúncio devido ao distanciamento social, compilaram imagens de arquivo antigas e encontraram a música de piano gratuita mais inofensiva possível», explica.

A estas circuntâncias especiais, o Microsoft Sam junta uma década de tendências de marketing que fazem com que os anúncios sejam muito parecidos. «Não é uma conspiração – mas talvez seja um sinal de que é tempo de algo novo», termina.

Segundo a Fast Company, o formato mencionado nesta paródia apareceu logo nas primeiras semanas de quarentena: tratar-se-á da forma mais segura que as marcas encontraram de continuar a comunicar com os consumidores sem venderem ou promoverem os seus produtos. A opção foi para uma mensagem de esperança e união.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...