Papel ou online? Portugueses são fãs dos dois formatos de informação

A maioria dos leitores em Portugal lê títulos de informação tanto em papel como online. De acordo com o estudo “Crosspress” da Marktest, que tem por base a imprensa auditada, 53% dos portugueses é fã de ambos os formatos, sendo o Jornal de Notícias o que apresenta maior quota de leitura simultânea: 35% dos seus leitores acede a informação nos dois suportes.

O Expresso, por seu turno, regista o maior crescimento ao conseguir um aumento de cobertura máxima crossmedia de 6,3% entre Novembro de 2019 e o mesmo período do ano anterior.

Por outro lado, o top 3 de títulos com maior cobertura conjunta é composto por Correio da Manhã (51%), Jornal de Notícias (42%) e Público (38%).

No geral, oito em cada 10 portugueses com 15 e mais anos leem títulos auditados nas duas plataformas, segundo o mesmo estudo. A cobertura crossmedia mantém-se estável relativamente ao relatório anterior, sublinha ainda a Marktest, verificando-se apenas um reforço da contribuição do digital. A cobertura máxima digital cresceu 6%, chegando aos 56,5% do universo.

A última vaga do “Crosspress” revela também que o Jornal de Negócios é o título com maior peso percentual de leitores exclusivamente digitais (64%). Seguem-se a Vip (57%), o Diário de Notícias (54%) e o Público (53%). Relativamente ao papel, os títulos onde esta plataforma tem mais expressividade são o Destak (98%), a TV 7 dias (74%) e a Women’s Health (72%).

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...