Óscares cumprem promessa de diversificar

A academia responsável por nomear e decidir os vencedores dos Óscares convidou 683 personalidades da sétima arte a juntarem-se à organização. O número elevado de novos membros é surpreendente por si só mas a escolha dos nomes revela ainda que a academia não ignorou os pedidos no sentido de diversificar.

No ano passado, os Óscares foram acusados de privilegiar actores brancos, sendo que a raiz do problema estaria precisamente nas pessoas que tomam a decisão. Posto isto, dos 683 novos membros, 283 são internacionais (provenientes de 59 países), 46% são mulheres e 41% pertencem a minorias étnicas. Adicionalmente, a pessoa mais jovem tem 24 anos e a mais velha 91.

Juntando os novos membros e os antigos, a percentagem de mulheres subiu de 25 para 27% e a de minorias étnicas passou de 8 para 11%. Entre os novos membros estão nomes como Idris Elba, Emma Watson, Ice Cube, Kate Beckinsale, Eva Mendes, Andrew Garfield e Freida Pinto.

Cheryl Boone Isaacs, presidente da The Academy Awards, diz que a organização encoraja a comunidade criativa a abrir mais as suas portas e a criar oportunidades para qualquer pessoa interessada em trabalhar nesta indústria.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...