O renascimento da Jeep

A crise económica afectou o negócio da Jeep em Portugal, motivo que originou uma reestruturação da marca e um plano a cinco anos. Artur Fernandes, director-geral da FCA Portugal, explica que a estratégia levou a uma maior comunicação, lançamento de novos modelos e à subida das vendas, que cresceram 24% em 2019.

Texto de Rafael Paiva Reis

Foto de Paulo Alexandrino

A Jeep é uma marca histórica, que remonta aos anos 40, quando os seus modelos se destinavam apenas para fins militares. A configuração dos seus veículos ganhou tanta relevância que a palavra jipe deriva, exactamente, do nome da marca. Em Portugal, no entanto, a Jeep atravessou uma fase conturbada, durante a última crise económica, que se traduziu numa perda de relevância da marca no mercado.

Para ler o artigo na íntegra consulte a edição de Fevereiro de 2020 da revista Marketeer.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...