O “novo normal” do luxo

O digital está a remodelar a forma como o luxo é adquirido pelas diferentes gerações de consumidores. Esta é a principal conclusão de um estudo desenvolvida pela portuguesa Farfetch em colaboração com a Bain & Company.

Segundo o “The Millennial State of Mind”, a indústria do luxo entrou num “novo normal”, caracterizado por um crescimento mais lento. Para que possam ter sucesso na próxima década, as marcas têm de voltar a colocar o foco nos consumidores de modo a antecipar e responder às suas necessidades.

A chave poderá estar na Geração Millennial: 40% do mercado global de bens pessoais de luxo será composto por Millennials, até 2025. Entre as principais características desta geração, destaque para a inquietude, urgência e singularidade. Os consumidores esperam produtos e serviços rápidos e únicos.

O mesmo estudo revela que, actualmente, 70% das compras de luxo são influenciadas por interacções online. Isto significa que acontece pelos menos uma interacção digital com a marca antes de ter lugar a compra. Além disso, o tráfego digital de sites de marcas de luxo é o dobro face às visitas às lojas físicas.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...