Mon Guerlain recruta Clara Não para ilustrar o poder feminino

Clara Não foi desafiada pela Mon Guerlain a reinterpretar três fragrâncias da marca: Singularidade, Confiança e Paixão. O resultado é um conjunto de postais em que a mulher assume o papel principal e em que são exploradas diferentes facetas femininas.

«É na aceitação da diferença que conseguimos chegar à igualdade. Somos todas diferentes, é algo que temos em comum. É super importante mostrar que não há padrões em que nos temos de encaixar», explica a artista do Porto. Segundo Clara Não, «somos únicas e é essa a magia de sermos quem realmente somos», acrescentando ainda que «os aromas singulares dos perfumes Mon Guerlain vão ao encontro desse pensamento».

A Guerlain, por seu turno, diz apontar ao futuro sem esquecer o seu passado. O objectivo é reimaginar o universo da Beleza desde 1828, criando um legado que possa ser passado de geração em geração e adaptado aos novos papéis sociais. É por isso que as formas dos frascos do início do século XX se mantêm, alterando apenas as fragrâncias no seu interior.

Quanto à colaboração com Clara Não, a marca expica que os cartões desenvolvidos pela artista são personalizáveis e que permitem criar uma ligação imediata entre diferentes mulheres.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...