Metade dos portugueses diz que consumir produtos nacionais é um dever

Produzir e consumir produtos nacionais é uma tendência com importância crescente em Portugal: 52% dos consumidores inquiridos pelo Observador Cetelem considera que comprar produtos portugueses é um dever (+7% do que no ano passado) e 49% vê esta opção como prioritária.

Questionados sobre os motivos de consumir produtos made in Portugal, os inquiridos referem o contributo para a criação de emprego (82%), promoção do desenvolvimento económico (62%) e a qualidade superior dos produtos (57%).

“Com o encerramento de fronteiras, um pouco por todo o Mundo, esta crise voltou a demonstrar a dependência de muitos países de fornecedores estrangeiros”, explica o Observador Cetelem. Junta-se ainda a perspectiva de novas dificuldades económicas, que tornam mais evidente a necessidade de produzir e consumir nacional.

Os inquiridos consideram também que os produtos portugueses são mais seguros, já que conhecem a sua origem e composição (28%). Para 23%, o apoio à produção local é importante para a promoção de laços sociais.

Entre os aspectos menos mencionados, encontram-se o facto de os produtos portugueses serem uma forma de preservar o saber fazer (11%); de limitar o impacto ambiental (9%); e de serem mais baratos em comparação com os importados (5%).

O inquérito quantitativo do Observador Cetelem 2020 foi realizado pela empresa de estudos de mercado Nielsen, com base numa amostra representativa de 1000 indivíduos residentes em Portugal Continental, de ambos os sexos, com idades compreendidas entre os 18 e os 74 anos de idade.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...