Meo cria savana no Jardim Zoológico de Lisboa

O Elefante-africano-de-savana está em destaque no novo espaço do Jardim Zoológico de Lisboa. Chama-se Savana Meo e, tal como o nome poderá sugerir, resulta de uma parceria com a Meo que visa homenagear esta e outras espécies animais de origem africana.

A Savana Meo, localizada no centro do parque, é inaugurada no mês em que se assinala o Dia Mundial da Conservação da Natureza. Segundo a marca de consumo da Altice Portugal, o Elefante-africano-de-savana apresenta um acentuado declínio da sua população desde 2008, passando do estatuto “Vulnerável” para “Em perigo”.

O novo espaço chama a atenção para esse problema, já que a sensibilização será uma das armas mais importantes para promover a conservação das espécies. “Ao visitarem este espaço os visitantes são transportados para as amplas e áridas savanas africanas podendo ainda observar as girafas, hipopótamos e nialas, para além dos emblemáticos elefantes, enquanto é reforçada a importância da sua salvaguarda”, lê-se em comunicado.

A Savana Meo tenta recriar ao máximo este tipo de paisagem, com a ajuda de sombras foscas, pontos de água, vegetação parca, novos substractos a cobrir o solo e uma rocha de grandes dimensões. Este espaço tem cerca de três vezes mais espaço do que o anterior, reforçando ainda o bem-estar animal.

A Meo indica ainda que a nova instalação conta desde a sua génese com o patrocínio da marca, “parceiro que não só apoiou a construção deste espaço, como ao longo do último ano permitiu levar a missão do Zoo mais longe, através da integração dos conteúdos educativos e experiências do Jardim Zoológico numa App TV gratuita, onde podem ser encontradas rubricas lúdicas e didácticas para todas as idades”. Esta app está disponível na posição 812 da grelha de canais ou através do botão azul do comando Meo.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...