Máscaras podem ser ferramenta de Marketing? A Kuibos diz que sim

Portugal prepara-se para deixar o estado de emergência, mas o Governo já deixou bem claro que isso não significa que o perigo não continua à espreta. É preciso manter as boas práticas adquiridas até agora e reforçar as medidas de segurança e higiene, o que poderá implicar a utilização regular de máscaras.

A Kuibos propõe que essas máscaras possam ser personalizadas com o logótipo de marcas ou negócios. “Nos próximos tempos, as máscaras vão ser uma extensão de cada um de nós e, por isso mesmo, mais vale aceitarmos e vivermos com esta protecção que pode, também, ser uma ferramenta de Marketing de muitos negócios”, indica a empresa portuguesa em comunicado.

Dedicada à produção de uniformes profisssionais, a Kuibos está a apostar no desenvolvimento de máscaras sociais personalizadas com o logótipo dos seus clientes. A ideia surgiu após ter verificado uma quebra significativa no volume de trabalho, que levou a repensar a actividade e a criar novos produtos que se adaptem ao contexto actual.

“Com o regresso ao trabalho, as máscaras vão ser um produto indispensável para a segurança de todos os colaboradores dentro de uma empresa”, lembra ainda a Kuibos, sublinhado que este equipamento podeá ser uma “óptima maneira de promover o negócio de cada um porque está à frente dos olhos de todos”.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...