Mango aumenta facturação em 11% em 2010

mango-finalO Grupo Mango MNG Holding S.L. – incluindo sociedades dependentes – fechou o exercício de 2010 com uma facturação de 1.270 milhões de euros, um valor que corresponde às vendas a PVP sem IVA de lojas próprias, mais as vendas por atacado a franchisados, e que representa um crescimento de 11%. No comunicado enviado à imprensa portuguesa, o Grupo espanhol informou ainda que 81% deste valor corresponde a vendas em mercados externos.

A facturação correspondente a vendas online ascendeu aos 21 milhões de euros durante 2010, o que representou um crescimento de 80% em relação ao ano anterior. Para este ano o Grupo prevê continuar a sua expansão neste canal, duplicando a facturação tanto através do portal próprio como da abertura de “corners online” em portais de referência em toda a Europa e Ásia.

Durante 2010 a Mango aumentou ainda o número de pontos de venda em 380, o que significou mais de uma abertura por dia: sete em território espanhol e 373 no estrangeiro. Além disso, a marca consolidou a sua presença em mercados do Leste europeu, no Médio Oriente e Ásia, para além de ter entrado em países como Paraguai, Benim, Camarões, Ilhas Maurício ou Senegal.

Os mercados chinês e russo mantêm-se como grandes apostas da empresa espanhola para 2011, prevendo abrir este ano 60 pontos de venda no primeiro país, e 40 no segundo. O plano global de aberturas da cadeia, que conta com mais de 2 mil lojas em 105 países, contempla 550 lojas, incluindo novos mercados como Guadalupe, Bermudas, Mónaco, Camboja, Angola, Gana, e Iémen.

O investimento do Grupo previsto para 2011 é de 135 milhões de euros, um valor justificado com novas aberturas, reformas de lojas, sistemas logísticos e de informação.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...