Makro volta a abrir portas ao público em geral durante o Estado de Emergência

À semelhança do que aconteceu no primeiro período de confinamento, a Makro Portugal volta a abrir as suas portas ao público em geral. Todas as lojas da grossista estão prontas para receber todos os consumidores, numa iniciativa temporária com fim previsto para 30 de Janeiro. Isto significa que a Makro passa a exercer, em simultâneo, também a actividade de comércio a retalho.

“Por uma causa maior uma casa maior” é o mote escolhido pela empresa para esta acção especial, que promete contribuir para a segurança dos portugueses: a disposição das lojas Makro facilita o distanciamento devido aos corredores largos e à dimensão do espaço no seu todo. Além disso, o consumidor final encontra aqui produtos em formato profissional, que poderão ajudar a reduzir o número de deslocações para compras de alimentos, por exemplo.

«Tendo em conta o Estado de Emergência Nacional em que Portugal se encontra em consequência da evolução dos casos de COVID-19, mais uma vez, de forma excepcional, enquanto grossistas e numa situação de apoio à sociedade, voltamos a colocar as nossas lojas de grandes dimensões à disposição de todos. A nossa maior preocupação é mantermos a nossa operação para que nada falte aos portugueses – essa é a nossa missão pública», sublinha David Antunes, CEO da Makro Portugal.

Braga, Vila Nova de Gaia, Matosinhos, Coimbra, Leiria, Alfragide, Cascais, Palmela, Faro e Albufeira são as lojas Makro que passam a poder vender ao consumidor final.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...