Madeira lidera taxa de ocupação hoteleira em Portugal

Em Portugal, a procura no mercado hoteleiro atingiu máximos de uma década. O mais recente estudo da Cushman & Wakefield sobre o tema revela que o crescimento no número de hóspedes foi de 32%, entre 2006 e 2016, e que o aumento de hóspedes estrangeiros foi de 74%, no mesmo período.

Para este ano, prevê-se um crescimento homólogo de 7,3%, com uma estimativa de dormidas em estabelecimentos hoteleiros na ordem dos 57,4 milhões. Só entre Janeiro e Setembro, verificaram-se 46,3 milhões.

Em termos de quota de mercado por região, o Norte de Portugal quase duplicou as dormidas, comparando 2006 e 2017. Por outro lado, o Algarve registou uma quebra de 5% na quota de mercado e a Região Autónoma da Madeira 3%.

No parâmetro taxa de ocupação, porém, é a Madeira que ocupa a liderança com 80%. Lisboa desce para o segundo lugar com 76%.

Ao longo da última década, França é o país que mais se destaca no que concerne crescimento absoluto em número de turistas, passando a ocupar um lugar no top 3 – onde também consta o Reino Unido e Espanha. Destaque ainda para os turistas brasileiros, que triplicaram e para o crescimento de 120% de hóspedes de mercados minoritários (Polónia e Suíça, por exemplo).

O mesmo estudo da Cushman & Wakefield indica que o Grupo Pestana é o maior operador hoteleiro em Portugal, logo seguido por Accor Hotels, Hoti Hotéis/Meliá Hotels & Resorts e Marriott & Starwood Hotels

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...