Lucros da TAP cresceram 41,6% em 2013

tap_rsNo ano passado, a TAP obteve um resultado líquido de 34 milhões de euros, o que representa um aumento de 41,6% em relação ao exercício anterior, período em que a companhia aérea encaixou menos 10 milhões de euros. Este é o quinto ano consecutivo em que a empresa reporta um aumento de lucros.

As receitas com a venda de bilhetes da TAP subiram 5%, para 2,22 mil milhões de euros, dinamizadas pelo aumento de 5% do número de passageiros transportados, para um recorde de 10,7 milhões de pessoas. As receitas totais ascenderam a 2,48 mil milhões de euros.

A Europa manteve-se como o principal mercado da companhia aérea, representando 37% da facturação total, enquanto Portugal e o Brasil assumiram um peso de 24%.

A performance da companhia aérea liderada por Fernando Pinto fica ainda a dever-se a uma redução das despesas com combustível, que passaram de 811 milhões de euros em 2012 para 708 milhões em 2013. Contudo, os custos com pessoal subiram 62 milhões de euros, em virtude da reposição dos subsídios de férias e de Natal.

No ano passado, a dívida líquida da TAP diminuiu de 791 para 585 milhões de euros, passando de 32% do total das receitas para 24%. A dívida total, que atingiu em 2008 o seu valor mais elevado, continuou a descer e no final de 2013 era de 842 milhões de euros, ou seja, menos 428 milhões do que no ano anterior.

Este ano, a companhia aérea pretende reforçar a sua frota com seis novos aviões e apostar no mercado da América Latina, uma estratégia que passa essencialmente pelo hub de Bogotá e ainda pelo Panamá.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...