Lucros da Cofina aumentam 17,4% em 2013

cofina-mediaNo ano 2013 e perante 0 clima de crise económica generalizado, a Cofina registou uma redução do volume de investimento publicitário e descréscimo das receitas de circulação. Ainda assim, os resultados líquidos da Cofina aumentaram 17,4% em 2013, alcançando os 4,7 milhões de euros que compara com os 3,9 milhões apresentados em 2012.

As receitas operacionais totais da empresa atingiram cerca de 107,7 milhões de euros em 2013, correspondendo a um decréscimo de cerca de 5% face ao período homólogo do ano anterior. Porém, no quarto trimestre, verificou-se uma evolução positiva, com as receitas a aumentarem 4,8% para 29 milhões de euros.

No que aos custos operacionais de 2013 diz respeito, reduziram-se em 5,5%, tendo atingido 91,4 milhões de euros face aos 96,8 milhões verificados em 2012. O EBITDA consolidado situou-se em 16,2 milhões de euros, praticamente em linha com os 16,5 milhões de euros registados no período homólogo de 2012. No mesmo período, a margem EBITDA evoluiu favoravelmente, tendo aumentado 0,5 pontos percentuais para os 15,1%.

De registar ainda que, a 31 de Dezembro de 2013, a dívida líquida da Cofina situava-se em 73,3 milhões de euros.

Não obstante, no último trimestre do ano passado verificou-se uma tendência de melhoria. As vendas cresceram, motivadas essencialmente pelo desempenho do marketing alternativo. O EBITDA registado no período em causa foi de cerca de 6,5 milhões de euros, correspondendo a um crescimento de cerca de 25% e a margem EBITDA alcançou os 22,3%, tendo-se reforçado em cerca de 3,5%. Segundo a empresa, o crescimento registado ao nível do EBITDA “reflecte de forma inequívoca a forte alavancagem operacional motivada pelas medidas de reforço da eficiência operativa que a Cofina tem vindo a implementar há vários trimestres”.

No entanto, durante este período acentuou-se a tendência de redução da taxa de decrescimento do investimento publicitário, o que levou as receitas de publicidade a registarem uma queda de 6,9%. As receitas de circulação, por seu turno, caíram cerca de 2%.

Apesar do aumento das amortizações, resultantes da entrada em funcionamento da CMTV, e dos resultados financeiros, o resultado líquido consolidado registado no final do quarto trimestre de 2013 registou um crescimento superior a 77%, atingindo os 3,1 milhões de euros.

Receitas dos jornais aumentam 2%

O segmento de jornais da Cofina registou, no quarto semestre de 2013, receitas totais de cerca de 21,6 milhões de euros, um crescimento de cerca de 2% face ao mesmo período do ano anterior. Contudo, as receitas provenientes de publicidade registaram uma quebra de cerca de 3%, para 7,7 milhões euros, enquanto as receitas de circulação caíram cerca de 1%, tendo atingido cerca de 10,6 milhões de euros. As receitas associadas ao marketing alternativo registaram um crescimento de cerca de 30%, atingindo cerca de 3,2 milhões de euros.

De salientar que, durante o período em causa, o segmento de jornais inclui os resultados do canal Correio da Manhã TV, que foi lançado no dia 17 de Março de 2013. Em termos financeiros, o impacto do Correio da Manhã TV foi de cerca um milhão de euros negativos.

Receitas das revistas do grupo decrescem 16%

As receitas deste segmento, no último trimestre, atingiram cerca de 5,5 milhões de euros, reflectindo um decréscimo de cerca de 16% face ao período homólogo de 2012. As receitas de circulação registaram uma queda de 7%, atingindo cerca de 2,9 milhões de euros, enquanto a publicidade diminuiu cerca de 19%. As receitas associadas a produtos de marketing alternativo caíram 38% e, no que toca aos custos operacionais, caíram cerca de 16%.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Automonitor
Nissan LEAF em modo drift