LG: Ao lado dos pequenos e grandes embaixadores

MARKETEER CONTENTS

Recorrendo ao teletrabalho, a LG Portugal manteve- -se em pleno funcionamento durante os dois meses de isolamento social. Pelo caminho desenhava a forma como estaria ao lado dos pequenos e grandes parceiros na nova normalidade.

Durante a crise social e económica decorrente da pandemia, a LG Portugal assumiu, numa primeira fase, uma postura preventiva desde logo com os seus colaboradores e parceiros. Neste sentido adoptou medidas de teletrabalho e de protecção individual nos seus escritórios, locais de venda, transporte e entrega, instalação e assistência técnica, garantindo um funcionamento eficiente de todos estes processos.

Na verdade, a crise sanitária colocou constrangimentos às empresas, mas no caso da LG Portugal toda a operação se manteve a funcionar normalmente, desde as áreas de vendas e apoio ao consumidor, até à comunicação e distribuição. «O que mudou foram os moldes em que o fazemos, uma vez que recorremos ao teletrabalho sempre que possível e nos casos que o permitiam», explica Hugo Jorge, Marketing director da LG Portugal.

Durante os meses de Março e Abril, a equipa da LG Portugal encontrou-se totalmente em teletrabalho, assegurando o normal funcionamento da operação no mercado nacional. Em meados de Maio, implementavam um plano de regresso à sede, com um regime de rotação, equivalendo a 30% do horário em trabalho presencial. Para tal, foi e é levado a cabo um vasto conjunto de medidas preventivas diariamente nas instalações: medição de temperatura voluntária, utilização de máscara/viseira, alteração da disposição dos locais de trabalho para garantir maior distanciamento, kits de limpeza de mãos por todo o escritório e respectivas estações de trabalho, limitação no número de visitantes, reuniões por videoconferência, entre outras.

«Neste momento, a LG Portugal está a executar um processo de regresso à normalidade, com um plano definido para proteger os colaboradores.» O responsável de Marketing garante que, ao longo deste processo, os colaboradores da LG Portugal estiveram sempre no topo da atenção da empresa, atendendo às suas necessidades de, numa primeira fase, distanciamento e processos de teletrabalho e, agora, de regresso ao novo normal com a maior segurança, conforto e conveniência.

Proximidade dos parceiros

Tendo em conta o novo e desafiante contexto que vivemos, no âmbito da pandemia de Covid-19, a LG Portugal quis, acima de tudo, ajudar a sua rede de parceiros, nomeadamente o comércio local, a regressar à actividade, sobretudo a economia nacional, cujos pequenos e grandes intervenientes tanto sofreram com o abalo que a pandemia trouxe. Ciente das medidas de segurança requeridas para a reabertura, a LG Portugal doou, em Maio, 3500 kits de protecção individual a uma vasta rede de lojas e espaços comerciais de norte a sul do País. «A realidade é que, mais do que qualquer outro, são estes negócios que se encontram na linha da frente e são os primeiros a dar a cara pelas empresas de tecnologia.

Por essa razão, quisemos estar do lado destes verdadeiros embaixadores, para apoiar a economia nacional e o regresso ao novo normal, com segurança e confiança.» Esta medida teve como objectivo a promoção da confiança dos consumidores, através do apoio à criação das condições necessárias e às medidas de protecção individual no comércio local, tendo sempre em mente a segurança de todos, salienta Hugo Jorge. «Neste momento, a nossa grande prioridade passa por apoiar os nossos parceiros e distribuidores a criar um ambiente seguro nos seus estabelecimentos para que os consumidores se sintam confiantes para regressarem aos espaços.»

Hugo Jorge lembra que a LG Portugal sempre foi uma marca próxima dos seus parceiros, preocupando-se em criar canais de comunicação abertos e fluidos, «pois entendemos que são os grandes embaixadores da nossa marca ». Neste sentido, a marca quis, acima de tudo, apoiar o seu regresso à actividade, depois de dois meses de pausa. «Por essa razão, doámos milhares de kits de protecção individual a espaços comerciais, de forma a fomentar a segurança e confiança de todos, tanto dos lojistas como dos seus clientes.»

No seguimento deste apoio, também outras actividades-chave da economia nacional mereceram a especial atenção da LG, sendo que a empresa se encontra a desenvolver um conjunto de campanhas focadas, sobretudo, na promoção do turismo nacional. Um apoio, de resto, que se prolongará ao longo dos próximos meses.

Reforço da marca

A estratégia de responsabilidade social da LG Portugal foi sempre um dos mais importantes pilares da actuação da empresa no País.

«A crise económica e social espoletada pela pandemia veio apenas reforçar as acções que temos vindo a desenvolver até aqui e que continuaremos a desenvolver para dar resposta a vários problemas na comunidade em que nos inserimos», refere Hugo Jorge. A LG Portugal acredita que sairá certamente mais forte da crise de Covid-19, fruto de uma grande união e esforço de todos os colaboradores e parceiros. «Tal como todas as empresas da economia nacional, também nós tivemos de adoptar medidas de trabalho à distância que nos permitiram, não só, manter a operação como descobrir novas formas de alcançar os nossos objectivos e manter a eficiência dos processos.

Falo, por exemplo, de um maior investimento nos canais online e de uma interacção mais directa com os consumidores através de promotores virtuais e outras acções específicas para comunicação e promoção», salienta o responsável de Marketing. Tudo isso sem descurar os canais mais tradicionais, que agora precisam de ser imensamente apoiados. «Acreditamos que este novo paradigma terá refl exos em todos os sectores da economia, que, rapidamente, se souberam adaptar e até tirar frutos desta nova realidade e descobrir novos caminhos nas suas estratégias de negócio», refere Hugo Jorge.

Mudar o velho normal

Prevê-se que haja mais de 52 milhões de toneladas de resíduos de equipamentos electrónicos e eléctricos (REEE) em 2021 em todo o mundo, sendo que apenas 15 a 20% do lixo electrónico é reciclado. Tendo os números em mente, a LG Portugal tem em curso um projecto na área da sustentabilidade ambiental que pretende criar awareness e consciencializar a população portuguesa em geral, e os decisores, entidades reguladoras e demais players da área da reciclagem de REEE (resíduos de Equipamentos Eléctricos e Electrónicos) em particular sobre a problemática do lixo electrónico.

Em 2019 foram levadas a cabo algumas iniciativas, como o e-Waste Summit, um evento realizado em parceria com a ERP Portugal, sob o tema “Tecnologia Sustentável na Era Digital | Realidade e Desafios” que contou com cerca de 100 convidados na assistência, vários oradores de entidades nacionais ligadas à temática, membros do Governo e outras personalidades de relevo. Além do evento foi também estabelecida uma parceria com o artista AKA Corleone para a criação de uma peça a partir de lixo electrónico com o objectivo de sensibilizar para a possibilidade de dar uma “segunda vida” a este tipo de resíduos.

Este ano o projecto vai continuar com moldes diferentes, adaptados à nova realidade e pensados para alcançar o maior número possível de portugueses. Desta forma, explica o responsável de Marketing, «a mensagem será passada através de um conjunto de acções inovadoras e que certamente trarão uma nova luz e novos avanços em relação à gestão dos REEE em Portugal».

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...