Kia nomeia primeiro presidente estrangeiro

A Kia nomeou o alemão Peter Schreyer para o cargo de vice-presidente executivo. O antigo designer da Volkswagen, conhecido pelo seu trabalho no design do Audi TT, torna-se, assim, o primeiro presidente estrangeiro da história da fabricante automóvel sul-coreana.

Peter Schreyer, que abandonou a Volkswagen em 2006 para ingressar na Kia, vai acumular o cargo de vice-presidente executivo (tornando-se um dos três presidentes da empresa) com o de chief design officer, anuncia a Kia em nota de imprensa, citada pela agência Reuters.

Segundo a mesma fonte, a promoção de Peter Schreyer é um sinal claro da ambição da Kia e da empresa-mãe Hyundai (que a adquiru em 1998) em ultrapassar as rivais alemãs Volkswagen e BMW em termos de design – um eixo fundamental da sua estratégia, e que permitiu à Kia aumentar as vendas e conquistar quota de mercado mesmo depois do eclodir da crise económica global, em 2009. Juntas, a Kia e a Hyundai ocupam o quinto lugar mundial ao nível das vendas.

Peter Schreyer, 59 anos, formado em Design de Transportes pelo Royal College of Arts, de Londres, ingressou na Audi (detida pela Volkswagen) em 1980, e mais tarde viria a tornar-se director de design da marca. Em 1998, supervisionou o desenvolvimento do Novo Beetle, um dos marcos na sua carreira.

Em 2006, quando entrou para a Kia, queixou-se que o design dos modelos da marca era “neutro”. Para conferir identidade à marca, e gerar maior reconhecimento por parte do público, reformolou o portefólio ao introduzir o que ficou conhecido como “nariz de tigre”, que é hoje tranversal a quase todos os modelos da marca, como o Optima, o Sorento, o Soul e o Forte.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...