Jacarandá junta marcas portuguesas e brasileiras de autor

Jacarandá é uma árvore que chegou a Lisboa do Brasil no início do século XIX. Por representar uma ligação entre os dois lados do oceano, tornou-se a designação ideal para um novo colectivo de marcas portuguesas e brasileiras: contemporâneas, de autor, socialmente responsáveis, com produção limitada e exclusivas.

Com a missão de dar a conhecer e trazer visibilidade a criações de pequenos e médios produtores dos dois países, o Jacarandá Colectivo tem lançamento marcado para dia 6 de Julho, a partir das 11h, no Espaço Espelho d’Água em Belém. Aqui, será possível explorar insígnias de vestuário, moda praia, calçado, acessórios e peças de arte.

«É uma oportunidade para marcas sem loja física terem contacto directo com os clientes, ouvir, trocar e contar suas histórias. Para as brasileiras, funciona como um termómetro para sentirem o mercado europeu antes de darem um passo maior», explica Cristiane Serpa, uma das responsáveis pela curadoria do Jacarandá Colectivo. Com experiência em agências de comunicação e design estratégico, junta-se a Laura Acciaioli, responsável pelo projecto Rehabbed, neste novo desafio.

Abacaxi Brasil, Benedita Formosinho, Filigrana Biológica, Mondala, Mônica Carvalho, Império Otomano, One 32, Studio Areia, Sunset Wood, Valônia Veras, Thaís Fread, Naro Acessórios, Yom e Monami estão entre as marcas que fazem parte do colectivo.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Automonitor
Quer poupar 700€ por ano no seguro do carro? Saiba como