Já há resultados das medidas anti-terroristas do YouTube

Cerca de um mês depois do YouTube ter anunciado e implementado novas medidas no sentido de combater o terrorismo e conteúdos extremistas na sua plataforma, é tempo de fazer um balanço. Entre os resultados visíveis, um dos destaques vai para a rapidez e eficiência dos sistemas de machine learning: mais de 75% dos vídeos removidos, no mês, passado foram eliminados antes mesmo de terem sido enviadas denúncias por parte dos utilizadores.

O YouTube anuncia também que a precisão dos sistemas melhorou drasticamente, mais uma vez devido à aposta em tecnologias de machine learning. “Embora estas metas não sejam perfeitas, em muitos dos casos, os nossos sistemas têm demonstrado uma maior precisão que os humanos”, refere a equipa do YouTube, em comunicado.

O machine learning permitiu ainda mais do que duplicar o número de vídeos removidos por extremismo violento, no último mês, alargando a escala de impacto das novas medidas.

No plano da plataforma de vídeo está também o recrutamento de mais pessoas para ajudar na revisão, unindo humanos robôs na luta contra conteúdos extremistas. Além disso, o YouTube vai aplicar um tratamento mais rígido nos casos de vídeos que não são ilegais mas que os utilizadores denunciaram como potenciais violações das políticas de discurso de ódio.

Se o YouTube considerar que esses vídeos não violam as políticas mas que contêm conteúdos controversos a nível religioso, por exemplo, manter-se-ão publicados mas com algumas limitações. Não poderão ser recomendados nem monetizados e não terão comentários, vídeos sugeridos e gostos.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...