Já há entrega em casa de refeições veggie da Nestlé

No âmbito da divulgação da sua marca de produtos vegetarianos, a Nestlé lançou, ontem, um restaurante. Com o nome Garden Gourmet, surge de uma parceria com o Cookoo, kitchen hub português. Seguindo o conceito de “dark kitchen” já utilizado pelo Cookoo, o restaurante não terá espaço físico, existindo apenas virtualmente.

As empresas juntaram-se para oferecer uma opção totalmente vegetariana, com pratos feitos com produtos da marca Garden Gourmet, que foram criados exclusivamente para o efeito pelo chef Manuel Perestrelo.

Entre outros produtos, há à disposição dos clientes hambúrgueres, tiras “chargrilled” e saladas. Os clientes podem pedir os pratos na plataforma de home delivery Cookoo (sem taxa de entrega), recolhê-las para take away (no hub que fica no Alto dos Moinhos), ou através da Uber Eats.

No âmbito deste lançamento, conversámos com Teresa Ferreira, Brand manager de Garden Gourmet para o canal Horeca.

Quais os motivos que estiveram na base na decisão de avançar para uma parceria deste género com o Cookoo?

A marca Garden Gourmet foi lançada na grande distribuição em Agosto do ano passado e para o canal Horeca no passado mês de Dezembro. Esta é uma das maiores apostas da empresa a nível mundial, com produtos feitos à base de plantas. O lançamento de Garden Gourmet é uma resposta da companhia à crescente preocupação dos consumidores com a saúde e a sustentabilidade, que tem impulsionado uma mudança social com uma adesão crescente na nossa sociedade: a redução do consumo de carne e a aposta em alternativas vegetais. A parceria entre Garden Gourmet e o Cookoo Hub aproxima a marca vegetariana a uma tendência bem real das dark kitchens. Estamos a falar de vários conceitos num só espaço, permitindo a variedade no momento da escolha sabendo que o conceito vegetariano é cada mais procurado pelos consumidores. O Cookoo Hub é um projecto muito dinâmico, liderado por empreendedores já nossos parceiros noutros espaços de restauração.

O que ganha a marca em associar-se a um restaurante que não tem espaço físico?

O foco do Cookoo Hub não é o espaço físico, mas ele existe e os clientes podem encomendar e levantar no espaço.

Cada vez mais, o home food delivery e o take away são tendências em crescimento e, por essa mesma razão, acreditamos que para Garden Gourmet esta realidade não deverá ficar de parte. As pessoas procuram cada vez mais o serviço rápido, variedade e conveniência na maioria dos momentos do seu dia-a-dia e, neste sentido, esta acaba por ser uma forma de nos tornarmos uma marca conveniente, podendo mostrar através de diferentes receitas a versatilidade dos nossos produtos e de chegarmos a mais pessoas através de diferentes plataformas digitais.

É também importante reforçar que, hoje em dia, as grandes cadeias de restauração dependem já muito das empresas de food delivery. Não só pelas campanhas promocionais que estas empresas implementam (gerando uplift de vendas consideráveis) como por serem um veículo para testar novos conceitos e produtos.

Com esta parceria, o vosso foco são os vegetarianos ou os flexitarianos?

Dentro do mundo veggie, podemos identificar vários tipos de refeições e até mesmo estilos de vida que as pessoas podem adoptar. Garden Gourmet dirige-se a uma população de pessoas intitulada de flexitarianos (estima-se que sejam cerca de 65% da população europeia), ou seja, estamos a falar de um target muito abrangente. Neste sentido, a missão de Garden Gourmet é oferecer deliciosas receitas adaptadas a um estilo de vida flexitariano e que tem por base a preocupação com o bem-estar, a saúde e a sustentabilidade do planeta. Todos os nossos produtos e receitas têm 0% de carne e são elaborados com uma deliciosa mistura de soja e trigo que asseguram as proteínas necessárias a uma dieta equilibrada. Queremos facilitar a vida de todos aqueles que querem ter uma dieta flexível entre a proteína animal e a proteína vegetal, sem nunca renunciar ao sabor.

Quantos pratos estarão à disposição dos consumidores e com que frequência será mudada a ementa?

Lançamos agora o restaurante com sete pratos, mas é normal que, com o tempo, o menu se possa alterar, de acordo com a procura ou se acharmos que podemos oferecer algo diferente dentro da marca. O menu, que foi idealizado pelo chef Manuel Perestrelo, apresenta pratos de que todos gostam, mas com um twist e nutritivos. Nuggets com creme de abacate e sésamo ou panadinhos caprese com esparregado ou com quinoa de cogumelos e caju são algumas das opções, às quais se juntam dois hambúrgueres, que podem ter queijo cheddar e cogumelos, ou guacamole e feijão preto, e ser acompanhados de palitos de batatas doces. Há ainda um prato de tiras “chargrilled” com molho BBQ em cama de húmus e crocante de milho frito e uma salada rica, com base de quinoa, creme de abacate, amêndoas tostadas, abacaxi caramelizado e vinagrete de limão.

De que forma acreditam que a existência do restaurante ajudará às vendas na grande distribuição?

A marca Garden Gourmet encontra-se presente tanto no canal Horeca como na grande distribuição, como os hipermercados Continente, Auchan e El Corte Inglés. Ao termos uma das cozinhas do Cookoo Hub com produtos exclusivos Garden Gourmet, acreditamos que iremos contribuir para a brand awareness e penetração da marca no mercado, ajudando as pessoas a facilmente identificarem a marca em qualquer tipo de plataforma.

O restaurante tem também o objectivo de formar os consumidores para estas novas opções alimentares?

Parece-nos que os portugueses já estão despertos para estas opções e que as procuram cada vez mais, mas, de facto, há ainda quem olhe para elas com algum desdém, com a ideia errada de que são refeições sem sabor e pouco consistentes. Não é assim e este menu vem prová-lo. Temos refeições de conforto, com sabores fortes mas equilibrados, capazes de surpreender também os não vegetarianos.

Texto de Maria João Lima

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...