Já entrámos na primeira Maison Dior em Portugal

Quando as fragrâncias da Maison Christian Dior chegam a Portugal, não temos outro remédio. Vamos meter o nariz.

A boutique de perfumaria que nos remete para o universo Dior foi hoje inaugurada no coração de Lisboa, dentro do El Corte Inglés. Inteiramente dedicada a fragrâncias, velas, sabonetes, lenços de seda para perfumar e cremes corporais, tudo orquestrado segundo os elevados padrões da mão e olfacto de François Demachy, criador perfumista Dior.

O ambiente não engana. Faz-nos mergulhar na sofisticação e elegância parisiense. Quase que parece que estamos no centro da histórica Casa Dior, em Grasse (França), graças a uma parede de imagens do Chatêau de La Colle Noire e alguns campos floridos.

O detalhe, o requinte e o bom gosto fazem parte do ADN Dior. E a Maison Christian Dior vem comprová-lo com uma colecção de 22 fragrâncias, entre clássicos e novidades. Todas elas, reflexo de um estilo de vida moderno e sofisticado que não abdica do requinte das notas olfativas. Os icónicos frascos e as caixas personalizadas decoradas com cordão e lacradas com as iniciais Maison Christian Dior compõem algumas das particularidades desta marca de luxo.

“Uma gota de perfume e estamos vestidos de Dior” (como se lê numa das paredes), na nova Maison Christian Dior é possível “respirar” os clássicos Ambre Nuit, Cologne Royal, o suave e almiscarado Thé Cachemire, o charme floral de Sakura e a beleza radiante de Jasmin des Anges, o que apelidam de uma autêntica ode ao jasmim de Grasse. As novidades completam a colecção, com o recente Rouge Trafalgar, uma harmonia de suavidade frutada e vivaz.

Exclusivo do mercado português são os “mitzahs”, os lenços de seda para perfumar e usar ao pescoço ou no pulso. E para aqueles que procuram prolongar o perfume nas suas casas, há uma série de luxuosas velas e sabonetes criados segundo os mesmos princípios, que se traduzem num estilo de vida moderno e elegante.

É a primeira Maison em Portugal e a 4.ª na Península Ibérica. Em termos globais, perfazem agora 146. Todas elas decoradas como se de uma casa se tratasse. Um espaço pensado para transmitir prazer e experiências sensoriais.

Texto de TitiAna Amorim Barroso

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...