Já conhece a marca social Kutsaka?

Colares e almofadas são alguns dos objectos vendidos pela Kutsaka, uma nova empresa de cariz social que tem como missão colocar sorrisos nos rostos de quem mais precisa. Fundada por Virgínia Coutinho, empreendedora digital e ex-SocialBakers, a Kutsaka aposta no design para apoiar causas sociais em Moçambique.

A designação da marca surge, aliás, do dialecto local moçambicano Changana. Neste dialecto, a palavra Kutsaka significa “ser feliz” ou “felicidade” e é exactamente este o seu propósito. Para já, estão disponíveis apenas objectos decorativos, feitos a partir de capulanas (tecidos africanos) adquiridas a comerciantes locais de Moçambique.

Todos os artigos são produzidos em parceria com a Associação para a Integração e Reabilitação Social de Crianças e Jovens Deficientes de Vizela (AIREV). Deste modo, explica a Kutsaka em comunicado, é possível apoiar o desenvolvimento da economia local moçambicana e, em simultâneo, o trabalho da AIREV.

Todo o lucro obtido da venda destes produtos tem como destino dois projectos em Moçambique. Um deles consiste na compra de máquinas e formação em costura para jovens de famílias carenciadas em Gaza, através da ONG Um Pequeno Gesto. A segunda passa pela aquisição de lancheiras térmicas para distribuição de comida em bairros sociais em Maputo, através da plataforma Makobo.

Virgínia Coutinho explica que a Kutsaka é algo que já tinha em mente desde a visita que fez a Moçambique no início do ano, enquanto voluntária. «Procurei criar algo que fosse uma mais-valia em todo o processo económico. Ou seja, desde a produção, à comercialização e distribuição das receitas, tudo fosse 100% transparente e justo, bem como trouxesse uma ligação entre os consumidores e as causas a apoiar», conclui a responsável.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...