Investimento publicitário em Portugal dá sinais de recuperação. Continente lidera

O mês de Setembro foi sinónimo de 1.007.167 euros em investimento publicitário em Portugal. Trata-se de um aumento face aos cerca de 860 milhões de euros verificados no mês de Agosto, o que poderá sugerir um caminho de recuperação após o confinamento provocado pela pandemia de COVID-19. Em relação ao mesmo período do ano passado, verifica-se também de uma evolução positiva, uma vez que o investimento publicitário em Setembro de 2019 se fixou nos 958.851 euros.

Os dados são apresentados pelo serviço MediaMonitor da Marktest, segundo o qual Modelo Continente foi o principal anunciante do passado mês de Setembro no mercado nacional: quase 34,8 milhões de euros investidos em publicidade. A maioria deste montante teve como destino a televisão (32,3 milhões de euros).

Renault Portuguesa e Nestlé Portugal fecham o pódio dos maiores anunciantes do último mês, com níveis de investimento na ordem dos 25,9 e dos 24,2 milhões de euros, respectivamente. Seguem-se Lojas Lidl Companhia (22,4 milhões de euros) e L’Oréal Portugal (21,5 milhões de euros).

Já no que às agências de publicidade diz respeito, a mesma análise mostra que a Fuel lidera, com investimento na ordem dos 68,8 milhões de euros. Logo depois surgem a Havas Worldwide (59,7 milhões de euros), Publicis (50 milhões), Partners (48,5 milhões) e FCB Lisboa (38,4 milhões).

A Wavemaker, por seu turno, destaca-se entre as agências de meios, tendo registado 119,3 milhões de investimento publicitário no mês de Setembro. A Carat ocupa a segunda posição (110,1 milhões de euros) e a OMD a terceira (108 milhões). O top 5 conta ainda com a Arena (86 milhões) e com a Mindshare (73,8 milhões).

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...