Investimento em insurtechs cresce 61% e atinge os 5,7 mil milhões de euros

O investimento em insurtechs já ascendeu a 5,7 mil milhões de euros, ultrapassando os níveis pré-pandemia, de acordo com a informação presente na quinta edição do relatório Insurtech Global Outlook 2021.

No ano passado, as empresas de seguros investiram quase 1,3 mil milhões de euros em startups, um aumento de 61% face ao registado em 2019.

«As insurtechs são agora vistas como um activo valioso pelas companhias de seguros, que sabem que estas podem ter um impacto altamente positivo nos seus negócios. Conhecer detalhadamente estas empresas e quais as suas contribuições dentro do sector traduz-se em saber aproveitar novas oportunidades e enfrentar desafios, avançando com maiores garantias de sucesso”, observou Bruno Abril, Sócio da NTT Data EMEAL Insurance.

No relatório, que analisa os investimentos recebidos por insurtechs por região, linhas de investimento empresarial e tecnológico, é apontado que as empresas não só conseguiram “mitigar as consequências da covid-19 de uma forma extremamente ágil e simplificada”, como também conseguiram aproveitar as circunstâncias “para acelerar os seus processos de digitalização”.

“Apesar de receber valores recorde de investimento, o real impacto das empresas insurtech no mercado ainda é questionado por várias razões, como a quota de mercado, os resultados financeiros ou a captação de mercado. As organizações com estes modelos de trabalho têm ainda de se instalar nos mercados, gerando a disrupção prometida àqueles que apostaram neste modelo e que, num contexto como o actual, deviam estar estabelecidas mais profundamente”, refere a empresa, reconhecendo que “há um longo caminho a percorrer para alcançar um nível óptimo de disrupção”.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...