Inovação agroalimentar tem novo prémio

A comunidade universitária portuguesa tem uma nova oportunidade para mostrar o que vale no sector agroalimentar. Através do Ecotrophelia Portugal 2017, alunos de licenciatura, pós-graduação e/ou mestrado, com menos de 35 anos, podem apresentar as suas ideias para produtos alimentares eco-inovadores, como são designados pela organização.

O novo prémio é promovido pela PortugalFoods em parceria com a Federação das Indústrias Portuguesas Agro-Alimentares (FIPA) e está aberto a grupos de pelo menos dois elementos e um máximo de 10. O projecto apresentado deve ter em conta critérios como as propriedades nutricionais e organoléticas (sabor, cor e aroma), o potencial e relevância comercial e a reprodutibilidade industrial, segundo é explicado em comunicado.

O vencedor português do prémio irá, depois, representar o País na competição europeia, sendo que o Ecotrophelia existe também em mercados como França e Reino Unido. Amândio Santos, presidente do Conselho de Administração da PortugalFoods, e Jorge Henriques, presidente da FIPA, referem que o prémio funciona como uma incubadora de ideias.

Os dois responsáveis acreditam ainda que, com esta iniciativa, será possível «revelar futuros talentos e permitir que Portugal ganhe cada vez mais dimensão e destaque no mercado global, afirmando-se como um país inovador e competitivo».

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...