Inditex anuncia lucros recorde em 2012

zara-redimensionadaO grupo espanhol Inditex, dono da Zara, registou um resultado líquido consolidado de 2,36 mil milhões de euros em 2012, o que traduz um crescimento de 22% em relação ao exercício do ano anterior.

No ano passado, as vendas do grupo liderado por Amancio Ortega cresceram 16%, para 15,95 mil milhões de euros. Numa base like-for-like, ou seja, tendo em conta o mesmo número de lojas já abertas em 2011, o aumento foi de 6%, anunciou hoje o grupo em comunicado.

Os resultados do grupo foram sobretudo dinamizados pelas regiões Ásia e América, que contribuíram para 20 e 14% das vendas globais, respectivamente, o que representa um aumento de dois pontos percentuais, em ambas as regiões. A Europa (excluindo Espanha) foi a região que teve um maior peso na facturação da Inditex (45%), sendo que o mercado doméstico, o espanhol, caiu quatro pontos percentuais, para 21% das vendas totais.

No período em análise, o EBITDA (resultado antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) consolidado da Inditex totalizou 3,91 mil milhões de euros, mais 20% em relação ao ano fiscal anterior. O investimento do grupo superou 1,4 mil milhões de euros, canalizados para a “renovação e melhoramento de lojas, lançamento de novos projectos na divisão logística e modernização dos oito centros de distribuição operacionais, todos localizados em Espanha”, adianta a Inditex.

Em 2012, o grupo inaugurou 482 lojas em 64 mercados, com destaque para a Arménia, Bósnia Herzegovina, Equador, Geórgia e antiga República Jugoslava da Macedónia, que receberam pela primeira vez uma loja do grupo, que terminou o ano com uma rede de 6009 lojas. Já a loja online continuou o seu movimento de expansão, estando agora disponível em 23 mercados.

Para além disso, o grupo criou 10.802 novos postos de trabalho em todas as regiões onde actua, tendo chegado ao final do ano com uma força laboral de 120.314 colaboradores.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...