Há marcas portuguesas de ecommerce a crescer 300%

«O ano de 2019 está a demonstrar-se extremamente importante para várias marcas: constatamos crescimentos nas vendas electrónicas na ordem dos 300%, em alguns sectores, chegando a 600% em marcas com expansão internacional.» Os dados são dados a conhecer por Vera Maia, mentora da plataforma Tudo Sobre Ecommerce.

A responsável considera que perante este ritmo de crescimento, as metas previstas para 2025 deverão ser facilmente atingidas já no próximo ano. A Associação da Economia Digital (ACEPI) estuma que, dentro de cinco anos, os portugueses gastarão cerca de 8,9 mil milhões de euros em compras online.

A plataforma Tudo Sobre Ecommerce presta serviço de consultoria a projectos de comércio electrónico em Portugal, como é o caso da Lemon Jelly, Overcube ou Flama. Está também por detrás do evento com o mesmo nome, cuja terceira edição acontecerá a 18 de Abril do próximo ano, no Porto.

Na edição deste ano, um dos destaques chegou pelas mãos de Anna Pelkin, head of Business Development do eBay: existem mais de nove mil vendedores portugueses no eBay, tendo já comercializado mais de um milhão de itens. «Um vendedor português concretiza uma venda a cada 30 segundos no eBay, em média. E o consumidor luso compra algo na plataforma a cada 4 segundos. Moda é a categoria mais procurada. E os americanos são quem mais compra aos portugueses», revelou a profissional.

Vera Maia reage a dados como estes, no entanto, com um alerta: «As empresas portuguesas estão em franca transformação digital. Falta-lhes ainda, porém, a mentalidade de startup: criar, fazer e refazer – e aprender durante o processo.» A responsável acredita também que Portugal corre o risco de estagnar nas vendas electrónicas por não ter capacidade de criar e escalar marcas online.

Este será, por isso, um dos assuntos a debater na conferência de 2020, cujo mote será “Optimizar a Conversão em Ecommerce”.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Automonitor
Produção de carros em outubro quase nos 15%