Governo dedica 15 milhões à compra antecipada de publicidade institucional

«Este é um tempo em que precisamos, mais do que nunca, de comunicar e informar as pessoas de uma forma que transmita confiança e segurança», afirmou esta tarde Graça Fonseca. Segundo a ministra da Cultura, é preciso comunicar não só no âmbito da saude pública como também relativamente ao regresso progressivo à normalidade.

Nesse sentido, o Governo decidiu alocar uma verba de 15 milhões de euros à aquisição antecipada de espaço para publicidade institucional – que consiste em campanhas realizadas por entidades estatais – a televisão, rádio e publicações periódicas de informação geral. Do total, 25% irá para a imprensa regional e local.

Segundo a ministra, o investimento em publicidade institucional é algo que é feito todos os anos, mas que este ano será ainda mais necessário. A utilização do espaço comprado será coordenada pela Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de Ministros, que deverá dar primazia a campanhas da Direcção-Geral da Saúde ou outras entidades de saúde pública, bem como campanhas a favor de causas sociais e humanitárias relevantes . Violência doméstica e combate à discriminação poderão ser temas abordados.

O Governo pretende também utilizar parte do espaço publicitário adquirido para promover a literacia mediátia e divulgar actividades de programação cultural ou a retoma das actividades económicas e sociais. Algo que poderá começar a acontecer já no próximo mês de Maio.

«Temos de aumentar a capacidade de comunicação dos órgãos oficiais com o objectivo de chegarmos a todos nesta nova fase de regresso progressivo à normalidade, para que as regras continuem a ser cumpridas, para que todos estejam informados das condições desse regresso. Só assim conseguiremos dar às pessoas a confiança necessária para o regresso de alguma normalidade», indica ainda Graça Fonseca.

Nuno Artur Silva, secretário de Estado do Cinema, Audiovisual e Media, por seu turno, lembra que o futuro do sector é tão importante como o presente. Presente na mesma conferência de impresa, indica que estão, por isso, a ser pensadas medidas de âmbito mais alargado.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...