Gmail bloqueia mais de 100 milhões de emails de phishing todos os dias

Com as pessoas a passar mais tempo em casa e online, nota-se um aumento nas tentativas de ataques de phishing. Todos os dias, o Gmail bloqueia mais de 100 milhões de emails deste tipo, evitando que cheguem a entrar em contacto com o seus utilizadores.

Um dos principais temas é o COVID-19: só na última semana, a Google encontrou 18 milhões de emails diários de malware e phishing relacionados com o novo coronavírus. A este número juntam-se mais de 240 milhões de mensagens de spam também associadas à pandemia.

No geral, phishing diz respeito a um tentativa de enganar os internautas através da apresentação de uma identidade que parece ser fidedigna. Em tempo de crise sanitária, a Google nota que grande parte dos ataques e armadilhas online recorrem ao medo e a possíveis incentivos financeiros para levar os cidadãos a clicar em links maliciosos e a disponibilizar dados pessoais.

Segundo a Google, os piratas informáticos fazem-se passar por organizações governamentais autorizadas, como a Organização Mundial de Saúde (OMS), para solicitar donativos fraudulentos ou distribuir malware. A tecnológica indica ainda que, em muitos casos, estas ameaças não são novas: são campanhas de malware existentes que foram simplesmente actualizadas para explorar a pandemia que o Mundo atravessa.

Outros tipos recorrente de phishing por estes dias são dirigidos especificamente a quem está a trabalhar a partir de casa (questões relacionadas com ajustes de pagamentos, por exemplo) ou quem aguarda a entrega de compras ao domicílio.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...