Fundação Yves Rocher premeia portuguesas eco-cidadãs

ImpressionO Prémio Terre de Femmes 2011, iniciativa desenvolvida pela Fundação Yves Rocher com o intuito de premiar mulheres empreendedoras na área do ambiente que tenham desenvolvido projectos de sustentabilidade e educação ambiental, distinguiu, na sua segunda edição, três mulheres portuguesas. A Raquel Granja, autora do projecto “Raízes”, cujo objectivo é promover a educação ambiental em escolas, instituições, centros de dia e lares de terceira idade da Junta de Freguesia de Aldoar, através da Associação Ambiental Despertar Consciências, foi entregue um prémio no valor de 5 mil euros. “Cão de Gado”, um projecto criado através do Grupo Lobo, que visa a conservação do Lobo Ibérico e do seu ecossistema em Portugal, valeu à sua autora, Sílvia Ribeiro, um prémio de 3 mil euros. A Helena Freitas coube um prémio de 2 mil euros, atribuído pelo projecto “Acções integradas de investigação, gestão e divulgação das Plantas Invasoras em Portugal”, que pretende estudar os diferentes aspectos da invasão de sistemas dunares contribuindo para a mitigação dos problemas causados pelas plantas invasoras no País.

O prémio Terre de Femmes é organizado em 15 países, incluindo Portugal.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...