“Freelancer do Dia CCP by Marketeer”: Rodrigo Oliveira

É difícil sobressair por entre dezenas de curriculos. A partir de certa altura, os nomes confundem-se e aquele que poderia ser o par perfeito para um projecto na calha acaba por fugir. Partindo do directório lançado pelo Clube Criativos Portugal (CCP), a Marketeer propõe conhecer melhor alguns dos talentos freelancers nas áreas da criatividade e comunicação.

Rodrigo Oliveira (web & graphic designer) é o mais recente protagonista da rubrica “Freelancer do Dia CCP by Marketeer”, que apresentará, duas vezes por semana, exemplos de quem decidiu aventurar-se por conta própria.

Qual é o trabalho que mais te orgulhas?

Orgulho-me particularmente de todos os trabalhos que têm um final feliz, ou seja, quando os clientes ficam inteiramente satisfeitos com o trabalho que realizei.

No entanto, o projecto que mais me orgulho de ter realizado não foi para um cliente em especifico, mas sim para a sociedade em geral. Após os grandes incêndios de 2017 em Portugal e de ter vivenciado esta tragédia no interior do País, resolvi criar a websérie documental “15 memórias do fogo” (http://15memoriasdofogo.pt) juntamente com o fotógrafo e videógrafo Tiago Cerveira.

Este foi um projecto sem quaisquer apoios e sem esperar resultados, apenas manter viva a memória. Decidimos ir para o terreno e recolher memórias, testemunhos a “quente” das pessoas. São 15 histórias contadas na primeira pessoa, testemunhos vivos e reais do que aconteceu e que permitem manter viva a memória da experiência trágica que assolou a região a 15 de Outubro de 2017. Julgo que o objectivo foi cumprido. Conseguimos que o documentário fosse exibido na íntegra na TVI24 e na TSF. Candidatámos também o projecto a vários festivais de cinema, tendo sido premiado com dois prémios no “CineEco 2018” em Portugal, e competiu com grandes produções internacionais em vários festivais de cinema em todo o mundo, como Argentina, Nova Iorque e Texas (EUA), Inglaterra e Itália. Levámos a voz o mais longe possível através do cinema.

Qual é o projecto que queres fazer a seguir?

Um projecto na área do empreendedorismo social. Existem algumas ideias já meio concebidas e creio que nos próximos tempos será a altura de as pôr em prática.

Porque é que te devem contratar?

Se procuram alguém que trabalhe e se dedique a 100% a um projecto, devem contratar-me. Um projecto só tem sucesso quando o cliente está inteiramente envolvido no processo e isso é aquilo que mais bem sei fazer.

Como vês a situação actual?

Inesperado. Só veio realçar um facto: ninguém, em qualquer lado do mundo, está preparado para lidar com situações desta natureza. Uma outra realidade que a situação actual veio também demonstrar é que o digital tem de ser obrigatoriamente uma prioridade.

Desde quando és freelancer e porquê essa decisão?

Sou freelancer desde o ano de 2011, após a empresa onde anteriormente trabalhava ter falido, no decorrer da crise económica de 2010/2011. Já desenvolvia projectos na área do design gráfico e web design em part-time desde 2004 e essa foi a situação determinante para me dedicar a 100% a esta área e tornar-me freelancer.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...