“Freelancer do Dia CCP by Marketeer”: Ana Brandão

É difícil sobressair por entre dezenas de curriculos. A partir de certa altura, os nomes confundem-se e aquele que poderia ser o par perfeito para um projecto na calha acaba por fugir. Partindo do directório lançado pelo Clube Criativos Portugal (CCP), a Marketeer propõe conhecer melhor alguns dos talentos freelancers nas áreas da criatividade e comunicação.

Ana Brandão (designer gráfica) é a mais recente protagonista da rubrica “Freelancer do Dia CCP by Marketeer”, que apresentará, duas vezes por semana, exemplos de quem decidiu aventurar-se por conta própria.

Qual é o trabalho de que mais te orgulhas?

De todos os trabalhos que realizei é difícil destacar um. Contudo, neste momento estou a desenvolver um projecto que se tem revelado muito desafiante. Ainda não posso falar muito sobre ele, mas consiste no desenvolvimento da identidade visual, rótulo e packaging para uma marca nova do sector alimentar que chegará ao mercado em breve.

Tem sido desafiador, não só pela sua dimensão, mas sobretudo por ter a oportunidade de desenvolver todo o processo criativo sem grandes limitações e sentir que estou a ter um contributo importante para o lançamento de uma nova marca. Ao longo do processo foram-se desenvolvendo sinergias que nos permitiram obter resultados que correspondem às expectativas do cliente.

Qual é o projecto que queres fazer a seguir?

Tenho muitos projectos por concretizar. A curto prazo gostaria de ter a oportunidade de colaborar com marcas do sector dos vinhos para desenvolvimento de rótulos e packaging. Além de envolver um cuidado especial com a tipografia, selecção dos
acabamentos e papel, é imprescindível aliar a comunicação a uma narrativa.

Ainda assim, mais do que um projecto em especifico, o que mais me entusiasma é desenvolver desde o conceito à sua aplicação
nas várias vertentes.

Porque é que te devem contratar?

Gosto de desenvolver projectos com conceito e contribuir activamente para a sua evolução. Dou muita atenção aos detalhes e privilegio uma comunicação clara com todos os clientes. Sou apaixonada por branding, estacionário e design editorial.

Como vês a situação actual que vivemos?

Estamos a passar um período muito complicado, em que muitas empresas estão a ter cortes significativos nos orçamentos. Infelizmente, o design gráfico, assim como outras áreas criativas, é o primeiro a sofrer cortes.

Embora esta situação me preocupe, estou optimista em relação ao futuro porque, apesar de ainda termos um longo caminho pela frente, penso que aos poucos esta mentalidade se está a alterar e os momentos de crise são sempre uma oportunidade para reforçarmos a importância da criatividade e para evidenciar o contributo que esta pode ter para as empresas.

Desde quando és freelancer e porquê essa decisão?

Comecei a trabalhar como freelancer, em 2013, quando estava a frequentar o mestrado em Design Gráfico e Projectos Editoriais na Faculdade de Belas Artes do Porto. O que mais me aliciou foi essencialmente a liberdade que este modelo de trabalho permite, tanto ao nível de diversidade como na curadoria dos próprios projectos.

Por motivos financeiros, senti a necessidade de ter um trabalho permanente. Actualmente, além de trabalhar como freelancer, também sou designer gráfica na Parfois.

Para conhecer melhor Ana Brandão:

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...