Fox e Clara Não alertam para violência no namoro

“Namorado invasivo não tem desculpa nem motivo” ou “Se para ti amor rima com dor, andor” são algumas das mensagens que a Fox preparou para assinalar o próximo Dia dos Namorados. Em vez de se render ao lado mais romântico da data, o canal decidiu juntar-se à ilustradora Clara Não para chamar a atenção para a violência no namoro.

“São Valentim que nos perdoe” é o mote da iniciativa que pretende, em simultâneo, alertar para a crescente legitimação de relações abusivas entre os jovens. Inspirada pelos tradicionais Lenços dos Namorados, a Fox apresenta peças únicas com frases inéditas, bordadas à mão, que poderão ser vistas na exposição que invadirá a FNAC do Colombo, em Lisboa.

Entre os dias 5 e 16 de Fevereiro, os 20 exemplares que compõem a campanha vão estar expostos e ao alcance de todos os que passarem pelo centro comercial. A ideia é mostrar que “onde há violência não pode haver romantismo”, sublinha a Fox.

Além da exposição, as mensagens da Fox e de Clara Não vão ser divulgadas nas redes sociais já a partir de hoje, bem como nos canais Fox. Está previsto também um debate sobre o tema com a participação de Diogo Faro (movimento #istonãoénormal), Eduardo Sá (psicólogo clínico), Daniel Cotrim (APAV), Clara Não (ilustradora) e Inês Lopes Gonçalves (apresentadora). A moderação da conversa, marcada para dia 5 de Fevereiro na FNAC do Colombo, ficará a cargo do jornalista Paulo Farinha.

«São Valentim que nos perdoe, mas há limite para o romantismo. E este limite está onde começa a violência, mesmo que seja apenas verbal, porque as palavras têm muito poder sobre nós. Com isto em mente, fomos buscar as palavras dos Lenços dos Namorados, para combater a brutalidade com poesia, respeito e delicadeza», explica Hellington Vieira, director Criativo do Fox Networks Group em Portugal.

Catarina Barradas, directora de Marketing do Fox Networks Group em Portugal, acrescenta que a responsabilidade da Fox para com os portugueses vai além da actuação enquanto canal de televisão. Passa também pelo desenvolvimento de projectos que contribuam para uma sociedade mais justa e inclusiva, com tolerância zero relativamente à violência.

«’São Valentim que nos perdoe’ é o nosso contributo e estou certa de que irá criar com os portugueses um forte laço de proximidade, não só pelo tema, mas também pela inspiração numa das mais românticas tradições do nosso País, que recebe agora um twist em forma de alerta», conclui.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...