FNAC estreia conceito de loja a nível mundial no Oeiras Parque

A mais recente loja da FNAC é a flagship store do Oeiras Parque, inaugurada ontem. Um novo espaço que estreia um conceito de loja a nível global na retalhista francesa, na senda do pioneirismo português na aposta em novos formatos: a loja “travel” do Aeroporto de Lisboa, com 260m2, e a loja de proximidade, a primeira localizada no Centro Comercial das Amoreiras, num espaço de 450 m2.

Na loja do Oeiras Parque – resultado de «um namoro de nove anos», conta Pedro Mata, director de Marketing e Comunicação da FNAC à Marketeer – a retalhista regressa ao formato tradicional, com uma área de 1900m2, dividida por dois pisos, e aposta em novas formas de distribuição baseadas numa estratégia omnicanal.

«A FNAC deverá ser não uma fotografia, mas sim um filme em movimento», resume Pedro Mata para explicar a forma como as novas lojas devem “fluir”. Este dinamismo exprime-se em diversas inovações tecnológicas que permitem aos 55 colaboradores da empresa proporcionar um serviço mais ágil.

O transporte de produtos onde quer que o cliente esteja dentro da loja e um espaço na área de estacionamento de recolha de produtos de maior volume seleccionados tanto no local como no site são algumas das inovações da FNAC Oeiras em termos logísticos.

Destacam-se também os pontos de informação que permitem fazer perguntas aos colaboradores de piso para piso e terminais de pagamento móveis. O contacto entre colaboradores da FNAC através de dispositivos tecnológicos é permanente: estes terão tablets para permitir acesso imediato ao produto e auriculares de comunicação interna, para facilitar e encurtar o período de espera por parte dos clientes. Conceitos que deverão ser implementados futuramente nas lojas já existentes em Portugal.

A FNAC do Oeiras Parque, com uma nova estrutura de espaço e com inovações ao nível dos materiais – à tradicional carpete juntam-se chão em cerâmica e, na área de livros, em madeira – inclui uma nova área temática para além do Fórum FNAC, dedicado a iniciativas culturais. A nova zona irá receber workshops técnicos, de especialistas e prescritores. Para além do novo fórum, haverá um espaço dedicado à leitura inspirado nas bibliotecas norte-americanas.

Esta é a 22.ª loja da retalhista francesa em Portugal, depois da abertura das lojas de Setúbal, no Centro Comercial Alegro, e em Faro, no Fórum Algarve, num investimento total nas três lojas de 10 milhões de euros. Esta é a 5.ª abertura nos últimos 18 meses da FNAC em território nacional.

Sobre eventuais projectos de expansão, Pedro Mata não antecipa dados concretos, sublinhando apenas que «a FNAC mantém-se aberta a oportunidades e está disposta a estudar propostas.» O foco actual da marca está, salienta, não só em novas aberturas mas também «na procura de novos conceitos na área da omnicanalidade.»

Texto de Pedro Carreira Garcia

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...