Facturação no Algarve cresce 13% com turistas britânicos

Fruto da reabertura do corredor aéreo entre o Reino Unido e Portugal, a facturação proveniente de consumidores britânicos aumentou 80% na segunda e terceira semanas de Maio, traduzindo-se num crescimento na facturação de 13% no Algarve.

Os dados são da Reduniq, que explica que, do crescimento de 13% na região, 53% deve-se ao aumento dos visitantes britânicos.

Em relação ao consumo dos ingleses no distrito de Faro, os gastos dispararam mais de 111% da semana de 10 a 16 de Maio para a semana de 17 a 23 de Maio, com destaque para o fim-de-semana de 22 e 23 de Maio, período em que a facturação britânica na região algarvia aumentou 231% face ao fim de semana anterior.

No entanto, a Reduniq explica que este crescimento não é suficiente para alcançar os níveis de facturação pré-pandemia, uma vez que o total da facturação britânica mantém uma quebra que ronda os 55%, comparativamente ao mesmo período em 2019.

No que respeita ao total da facturação das actividades turísticas em Faro (que incluem hotéis, rent-a-car, agências de viagens e companhias aéreas), houve um aumento de 82% na última semana em relação à semana precedente.

Na hotelaria, registou-se um crescimento de 57% em Faro, na semana de 17 a 23 de Maio, comparando com a semana anterior. Mas também aqui os valores continuam abaixo dos registados no período homólogo de 2019 em 46%. Já a restauração da região obteve uma subida de 24% de 10 a 16 de Maio para 17 a 23 de Maio, mantendo ainda uma quebra de 14% face a igual período de 2019.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...