Experiências contactless são para continuar no pós-pandemia, diz CEO da McDonald’s

A McDonald’s, tal como muitas outras empresas, viu-se obrigada a adoptar o negócio e a implementar novos procedimentos devido à pandemia de COVID-19. Uma das apostas transversais a todo o mundo dos negócios assenta nas tecnologias contactless, que permitem evitar o contacto entre pessoas e assegurar o distanciamento.

Segundo Chris Kempczinski, CEO da McDonald’s, algumas destas mudanças de comportamento serão para continuar mesmo no pós-COVID-19. «Acredito que, seja a utilização de quiosques, do mobile, do delivery ou do drive-thru, os clientes procuram uma experiência mais do tipo contactless», afirma o responsável em declarações reportadas pela CNBC.

«Procuram uma experiência mais digital, uma que possam nevegar por si próprios», acrescenta o CEO, indicando que esta é uma das tendências que veio para ficar.

A previsão de Chris Kempczinski chega no mesmo dia em que a McDonald’s apresenta os resultados do segundo trimestre deste ano: a receita caiu 30% nos três meses que terminaram em Junho. A cadeia de restauração justifica a quebra com o facto de o tamanho dos pedidos ter reduzido, embora o tráfego de consumidores tenha aumentado nas últimas semanas.

Chris Kempczinski adianta ainda que a estratégia da McDonald’s para conquistar os consumidores assentará na acessibilidade da sua oferta. De acordo com o CEO, a recessão económica que se aproxima a passos largos faz com que seja crucial disponibilizar produtos a um preço acessível.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...