Eurobest: «Os valores nunca passam de moda», diz David Droga

O encerramento do ciclo de seminários do Eurobest 2012, na passada sexta-feira, esteve a cargo do australiano David Droga, Creativity chairman da agência Droga5.

De referir que David Droga é o criativo mais premiado do Cannes Lions, tendo conquistado 80 Leões, incluindo sete Grand Prix e quatro Leões de titânio.

No último dia do Eurobest o profissional falou de “Creativity with a Purpose”. Actualmente, o desafio que se impõe tanto a agências como a marcas passa por destacarem-se junto dos consumidores, seja online, através da televisão, nos dispositivos móveis ou noutras plataformas.

O que os publicitários devem compreender – e o que muitas agências e marcas já perceberam – é que podem ser uma componente mais positiva e produtiva no dia-a-dia do seu público. Podem dar-lhe algo que o envolva, entretenha, ensine, faça feliz, que o torne mais interessado e informado.

Perante um auditório repleto David Droga explicou como a sua agência, Droga5, tem posto esta filosofia em prática, pelo desenvolvimento de conceitos criativos e pelo investimento na humanização da tecnologia.

«Não há nada melhor do que a verdade, do que uma boa história. Não sejam criativos só por serem. Tentem ir além disso», apelou David Droga, dirigindo-se aos criativos. Ainda assim, defendeu, «a criatividade não é nada sem boas intenções e uma estratégia sólida».

«A tecnologia é uma tela como nunca tivemos. Mas não é uma solução. É uma boa amiga», reforçou. Daí que em 2012, explicou, em vez de abrir portas a novos escritórios, a Droga5 tenha apostado na expansão por meio da tecnologia.

«Os assuntos mais tocantes inspiram-se na vida real. E não existem barreiras para as agências, todos os tipos de instituição precisam de comunicar». Como exemplo Droga avançou o caso da ONU, que quis promover o Dia Mundial da Acção Humanitária, a 19 de Agosto. Para isso, o braço australiano e americano da agência aliaram-se a Beyoncé, ao artista Kenzo Digital, à agência SuperUber e às produtoras Ridley Scott Associates (RSA) e Dirt Empire no desenvolvimento de uma campanha que teve por base o single da cantora, “I was here”.

Através da iniciativa a agência e a ONU pretenderam encorajar as pessoas a fazer algo positivo por alguém. Pelas 8.40h (nos EUA) do dia 19 de Agosto a mensagem tinha chegado a um milhar de milhão de pessoas, através da Thunderclap – uma plataforma que agrega e propaga causas sociais, desenvolvida e detida pela Droga5.

A permanente inovação é, de resto, uma atitude fundamental. Até porque, para David Droga, «o pior que pode acontecer a uma agência da indústria publicitária é viver de sucessos passados». «Parem de fazer coisas descartáveis, façam coisas extraordinárias. Sejam os vossos mais duros críticos. Não se trata de recuperar a indústria publicitária, trata-se de reinventá-la».

O criativo deixou o conselho: «Não sigam tendências. Os valores nunca passam de moda.»

Texto de Daniela Domingos

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...