«Eu gostaria de ser como o Cristiano Ronaldo do sector automóvel», diz director-geral da BMW

«Eu gostaria de ser como o Cristiano Ronaldo do sector automóvel», confessa Massimo Senatore, director-geral da BMW Portugal. Há cerca de ano e meio no cargo, o profissional italiano admite a sua admiração pelo futebolista português, mas lembra que é um pouco diferente. «Provavelmente, não tenho o mesmo talento», brinca.

Em conversa com M.ª João Vieira Pinto, directora de redacção da revista Marketeer, Massimo Senatore explica ainda que a BMW tem um plano claro para lidar com o novo coronavírus. Diz que o grupo no seu todo leva a sua responsabilidade muito a sério, tanto relativamente à segurança e saúde dos colaboradores como à necessidade de criar um equilíbrio de negócio, tentando manter uma boa rentabilidade.

O canal online tem sido uma das apostas, mas será que consegue de alguma forma compensar as quebras nas vendas? «Não compensou, obviamente, mas foi um importante ponto de partida. Esta é uma transição a longo prazo, com certeza», garante o director-geral da marca alemã para o mercado nacional.

A par desta readaptação do negócio, Massimo Senatore conta que a BMW desenvolveu parcerias com entidades como a Câmara Municipal de Lisboa para ajudar a combater a pandemia. Ao longo dos últimos dois meses, a frota da insígnia foi colocada ao dispor de várias iniciativas.

Para conhecer melhor o trabalho que a BWM tem desenvolvido e, ainda, a visão de Massimo Senatore para o futuro do mercado automóvel, acompanhe a conversa na íntegra no vídeo em baixo:

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...