Esta loja de gadgets e robôs triplicou as vendas durante a pandemia

Tal como muitas outras lojas, a ElectroFun vou-se obrigada a fechar portas devido à pandemia de COVID-19. No entanto, para evitar recorrer ao lay-off, transferiu os seus trabalhadores para o armazém, em Vila Nova de Gaia, reforçando também o número de mãos disponíveis para dar vazão às mais de 150 encomendas diárias.

É que, embora tenha fechado o seu espaço físico, esta startup dedicada à venda de kits educativos, gadgets, robôs e outros equipamentos electrónicos, viu as vendas triplicar face ao período homólogo a anterior. A culpa é do novo coronavírus, que levou um número crescente de pessoas a procurar produtos deste tipo para aproveitarem os tempos livres em casa. Actualmente, o site da ElectroFun conta com mais de três mil visitantes diários.

«Apesar desta pandemia mundial que tem vindo a trazer constrangimentos irreversíveis em muitos sectores, mantemos a nossa meta de atingir um milhão de facturação ainda este ano, apesar de apenas existirmos há dois anos», adianta Ricardo Sousa, fundador da ElectroFun. Segundo o responsável, a estratégia para cumprir o objectivo passar por «conquistar cada vez mais terreno na área de educação e conseguir apoiar as escolas e universidades nas áreas tecnológicas», como já têm vindo a fazer até agora.

Ricardo Sousa considera ainda que pais, professores e educadarores estão cada vez mais sensibilizados para o desenvolvimentos dos mais jovens, nomeadamente nas disciplinas STEM (Science, Technology, Engineering, Mathematics). A ElectroFun propõe-se a fazer a ponte entre os portugueses e os brinquedos que ajudam a estimular o interesse por estas áreas.

«Brinquedos como os kits electrónicos, científicos, puzzles e jogos de lógica são óptimas ferramentas que ajudam as crianças a desenvolver o pensamento lógico e crítico, estimular a curiosidade e a criatividade. Na ElectroFun, acreditamos na inovação e estamos sempre à procura das novas tendências na área dos brinquedos educativos e no que pode ser feito de diferente para ajudar as crianças a aprenderem enquanto brincam», conclui o fundador.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...