Empresas norte-americanas têm 45 dias para cortar ligações com o TikTok e WeChat

Donald Trump anunciou que serão banidas todas as transacções entre empresas norte-americanas e os proprietários chineses das aplicações WeChat e TikTok. A medida entrará em vigor dentro de 45 dias, pelo que é este o tempo em cima da mesa para cortar quaisquer laços.

«Esta é a ruptura entre os EUA e a China no mundo digital», afirma James Lewis, especialista em tecnologia que integra o Center for Strategic and International Studies. Em declarações à agência Reuters, sublinha que sem dúvida alguma que a China irá retaliar.

A proibição de contacto entre as empresas norte-americanas e a Tencent (WeChat) e a ByteDance (TikTok) chega na sequência de várias ameaças por parte da Casa Branca, que já tinha dado a entender que algo do género estaria a caminho. A administração de Donald Trump indicou esta semana que levaria a cabo esforços adicionais no sentido de remover aplicações chinesas que não são de confiança.

Wang Wenbin, porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da China, reagiu esta sexta-feira à novidade dizendo que a China se opõe à medida revelada pelos EUA. O responsável adiantou que o país irá defender os seus direitos legítimos e os interesses dos negócios chineses.

Porta-voz da Tencent afirma ainda que a empresa está a avaliar a nova ordem executiva de modo a compreender totalmente aquilo que se está a passar. A ByteDance, por seu turno, recusou-se a comentar.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...