El Corte Inglés aponta a aquisições para ser um gigante da moda

O El Corte Inglés pretende incorporar empresas no seu grupo, como o caso do Grupo Tendam, passando assim a deter marcas como a Cortefiel, Springfield, Woman’s Secret ou Pedro del Hierro.

A informação, avançada pelo jornal espanhol El Confidencial, surge no âmbito do plano estratégico do El Corte Inglés para 2021-2026, sendo que um dos objectivos passa por ser um gigante da moda.

A empresa pretende implementar uma divisão dedicada exclusivamente ao retalho, que terá a sua própria entidade, mas com uma gestão independente da holding e uma demonstração de resultados elaborada, em separado.

A empresa espera que este projecto possa gerar uma facturação de cerca de quatro mil milhões de euros, o dobro do registado actualmente. O plano tem como objetivo central promover o crescimento de forma a duplicar os resultados da empresa para um EBITDA de 1,7 mil milhões de euros, propondo ainda reduzir o endividamento em 60% e multiplicar as vendas online para representar 30% do volume de negócios do grupo.

A presidente do El Corte Inglés, Marta Álvarez, explicou que o exercício de 2020 se revelou muito importante para a transformação do modelo de negócio do grupo, definindo este plano estratégcio como «um projecto realista mas ambicioso».

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...