E se, este ano, enviássemos cravos digitais?

Há 46 anos, os heróis de Abril mudaram o rumo do País com uma revolução nas ruas. Este ano, não podemos celebrar o 25 de Abril da mesma forma (nas ruas), mas a agência DCE loving brands criou uma solução alternativa, adaptada aos tempos que vivemos: a partilha de cravos digitais, dedicados a todos os profissionais que continuam na linha da frente do combate à Covid-19.

O movimento #heróisdesteabril pretende assim, em simultâneo, assinalar o Dia da Liberdade e enaltecer os profissionais que continuam no activo, mesmo quando a liberdade de todos está mais condicionada. Como? Através de microsite que convida os internautas a assistirem a um vídeo/manifesto (com locução da actriz Patrícia André) e a partilharem nas suas redes sociais um cravo digital, dedicado a quem luta por esta “nova” liberdade.

«Neste momento, estar em casa é a forma que temos de nos proteger e de proteger os outros. Outros há, prestadores de cuidados de saúde, que têm de continuar no activo, de uma forma mais exigente do que nunca. Cuidam hoje daqueles que mais precisam de ajuda, para que amanhã todos possamos regressar à vida», explica a DCE loving brands. «Se há 46 anos houve heróis nas ruas, hoje os heróis somos todos nós. Aqueles que, na linha de frente, cuidam de todos, mas também os que ficam em casa. Podemos dizer que somos todos os “heróis deste Abril”», remata.

Veja aqui o filme do movimento #heróisdesteabril:

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...