E se adoptasse um vizinho? Nasceu um novo movimento em Portugal

#AdotaUmVizinho é o mote da iniciativa criada pela agência criativa DDB no sentido de apoiar os grupos de risco nas suas tarefas diárias. A ideia é que qualquer pessoa possa reservar parte do seu dia para ir às compras ou à farmácia para um vizinho, garantindo que os mais velhos, por exemplo, podem manter-se protegidos em casa.

A iniciativa ambiciona ser um movimento alargado, que possa dar visibilidade e amplificar algumas acções de solidariedade pontuais que já estavam em curso. O objectivo é também dar um enquadramento mais profissional e credível a essas mesmas acções.

A DDB criou cartazes que ajudarão na divulgação da iniciativa #AdotaUmVizinho, na esperança de inspirar outras pessoas a aderirem ao movimento. A agência está também a disponibilizar nas redes sociais instruções referentes à desinfecção das compras entregues, de forma a diminuir ao máximo o risco de contágio.

«Um vizinho é mais do que alguém que vive ao nosso lado. São pessoas, com as suas histórias, com o seu papel na sociedade. Dar valor aos grupos de risco é dar valor à vida. Neste momento, não estamos unidos somente como profissionais, mas como seres humanos. Que a nossa resiliência seja feita da força de vontade de ajudar, de ser solidário e não somente de prevalecer sozinho. Pois só juntos, vizinhos, amigos, famílias, podemos superar isto e garantir um futuro melhor para todos. #adotaumvizinho», refere Júlio Aymoré, director Criativo da DDB Lisboa.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...