Durex doa mais de 190 mil preservativos para prevenir ISTs em Portugal

A Reckitt Health anuncia hoje que doou cerca de 193 mil preservativos da sua marca Durex à Associação para o Planeamento Familiar (APF). O objectivo é contribuir para o combate à propagação de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), prevenindo o contágio entre os cidadãos portugueses.

De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) reportados pela empresa, mais de um milhão de ISTs são contraídas todos os dias, em todo o Mundo, “e os preservativos são o único método contraceptivo que protege destas infecções”. A Reckitt Health lembra ainda que a maioria das ISTs não apresenta sintomas e que o melhor é mesmo a prevenção.

Por cá, mais de 2% da população portuguesa tem infecções sexualmente transmissíveis e mais de 60% dos jovens tem relações sexuais sem preservativo, indica a empresa, sublinhando que foram números como estes que inspiraram a doação de preservativos à APF.

«Sendo um pequeno passo, esta doação surge no âmbito do nosso grande desafio: tentar assegurar um mundo mais saudável e o acesso a determinado tipo de cuidados básicos de saúde, um direito e não um privilégio. Ficamos bastante orgulhosos pois com ela conseguimos transportar para o mundo real esta forte componente da nossa Purpose», comenta André Semedo, country manager da Reckitt Health.

Já Paulo Pelixo, associate director da APF, sublinha como todas as pessoas têm direito a viver a sua sexualidade de forma livre e responsável, com pleno acesso a cuidados e bens essenciais. «Este donativo contribui de forma decisiva para que mais pessoas possam fazer escolhas mais informadas e possam proteger-se mais a si e às pessoas com quem têm relações sexuais», afirma o responsável.




loading...
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...