Do imaginário popular para a parede

A calçada nem sempre tem de estar no chão e as janelas não têm obrigatoriamente de deixar entrar a luz do dia. Podem apenas servir de inspiração para papel de parede com assinatura portuguesa

Filipa Almeida

Cansados de vender apenas papel de parede com outro país na etiqueta de origem que não Portugal, Rosário Alves e Pedro Andrade lançaram a OhWallpaper. A marca nasce no seio da Dezaine de Parede, a empresa em que ambos já trabalhavam, mas dá atenção em exclusivo a papéis de parede com ADN português.

Para ler o artigo na íntegra consulte a edição de Julho de 2016 da revista Marketeer.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...