Digitalização da sociedade portuguesa em debate

Os desafios de construir, especialmente em Portugal, uma sociedade e economia digitais são a base da conferência organizada pelo MUDA – Movimento por uma Utilização Digital Ativa. No próximo dia 21, o auditório da Porto Business School irá receber oradores de várias nacionalidades e áreas de negócio para debater o tema “Digital by Default”.

«Tornar Portugal um país “Digital by Default” tem de ser uma prioridade estratégica para os próximos anos. O governo português e as empresas devem colaborar num plano de acção que permita tornar mais digital a relação entre o Estado, as empresas e os consumidores, que hoje ainda estão assentes em comunicação em papel», sublinha Alexandre Nilo Fonseca, director executivo do MUDA.

Segundo o movimento, apesar de Portugal já ter sido alvo de importantes mudanças digitais – nomeadamente no âmbito dos programas governamentais Simplex – ainda não é suficiente: 26% dos portugueses nunca usaram a internet e apenas 28% da população nacional tem competências digitais avançadas.

Alexandre Nilo Fonseca antecipa um futuro próximo em que todos os documentos e informações necessárias do dia-a-dia estejam disponíveis digitalmente. «É surpreendente constatarmos que ainda existem documentos que necessitem de ser impressos e assinados, quando tecnologicamente é perfeitamente possível, e seguro, fazê-lo digitalmente», conclui.

O evento conta com a Porto Business School e a Agência para a Modernização Administrativa como parceiras.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...