Dia dos Namorados: experiências e compras de madrugada ganham peso

Produtos do sector alimentar (incluindo chocolates) e artigos de entretenimento (como discos ou livros) continuam a ser dos mais procurados quando o tema é Dia dos Namorados – mais concretamente, presentes para celebrar o Dia dos Namorados. Porém, um estudo da plataforma Button, indica que as experiências também estão a ganhar peso.

A plataforma dedicada a optimização de comércio mobile fez uma espécie de radiografia às compras no Dia dos Namorados e descobriu que está a aumentar o número de pessoas interessadas em oferecer experiências que possam ser aproveitadas em conjunto. Com base na realidade dos Estados Unidos da América, a análise revela que os norte-americanos gastaram tanto dinheiro em viagens como em produtos de beleza ou peças de vestuário nesta data, no ano passado.

O mesmo estudo revela que uma parte significativa das compras relacionadas com o Dia dos Namorados é realizada de madrugada: durante o período em que a maioria das pessoas dorme, há quem gaste uma média de 41 dólares (37,5 euros) em presentes de última hora. Ainda assim, os horários preferidos são depois de almoço e à tarde.

A Button acredita que é muito provável que estas compras tardias sejam realizadas através do telemóvel, na cama. «O tempo passado em dispositivos móveis é, agora, o dobro do passado no desktop», sublinha Nicole Silves, vice-presidente de Marketing da Button.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Automonitor
Nissan LEAF em modo drift