Demora uma hora a chegar à IKEA? Esse tempo pode valer uma mesa grátis

Transformar o tempo passado dentro do carro a caminho de uma loja IKEA em crédito é a proposta da marca para compensar os seus clientes no Dubai. A insígnia abriu um ponto de venda nas redondezas de Jebel Ali, que obriga a conduzir durante uma hora para conseguir chegar ao mobiliário escandinavo.

Segundo adianta a Fast Company, uma parceria com a Memac Ogilvy deu origem a uma campanha promocional diferente do habitual: os clientes podem utilizar o tempo despendido no trajecto entre casa e a loja para pagar alguns artigos. Isto significa que podem regressar ao lar com uma mesa gratuita, por exemplo.

Partindo do valor do salário médio por hora no Dubai, a IKEA decidiu oferecer 29 dólares (cerca de 26,9 euros) por cada hora passada no carro. A conversão é realizada no momento de pagamento, quando o funcionário da IKEA pede para consultar a aplicação Google Maps do cliente. É através desta plataforma que são confirmados os quilómetros percorridos e o tempo gasto.

Quem demora menos de uma hora poderá facilmente aproveitar a oferta para adquirir velas, molduras ou almofadas, entre outros artigos mais baratos. Por outro lado, quem somar cerca de duas horas poderá optar por uma estante de livros, por exemplo.

Segundo adianta Fernando Gonzalez, copywriter responsável pela campanha, ninguém parece ter tentado enganar o sistema. O mesmo responsável garante que a IKEA não fica com quaisquer dados dos consumidores, nomeadamente morada. Até porque os funcionários da loja apenas precisam de olhar para a app.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...