Crianças procuram mais sites sobre drogas, álcool e tabaco

Em média, as crianças a nível mundial comunicam, jogam e têm acesso a conteúdos para adultos em menor quantidade do que há um ano. A conclusão é da Kaspersky Lab, segundo a qual, ainda assim, acedem a websites com informações sobre drogas, álcool e tabaco com mais frequência. América do Norte, Oceânia e Europa Ocidental são as regiões onde estes temas parecem mais interessar às crianças.

O estudo da Kaspersky Lab foi realizado com base na análise a computadores utilizados por crianças, no período entre Maio do ano passado e Abril deste ano. Alfonso Ramírez, director-geral da Kaspersky Lab Iberia, considera que «estamos perante uma grande alteração nas actividades online das crianças», destacando ainda a mudança dos computadores para os dispositivos móveis: os mais novos apenas recorrem ao desktop se não tiverem um smartphone ou tablet à mão ou se os sites não tiverem uma aplicação ou versão móvel.

«Isto pode explicar o porquê dos acessos a plataformas de comunicação no computador ter diminuído mas a proporção de páginas com temas sobre “álcool, tabaco ou narcóticos” ter aumentado», comenta o mesmo responsável. «A diminuição no acesso a jogos não significa que as crianças joguem menos, a verdade é que entram em menos sites mas passam várias horas a jogar nos mesmos.»

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...