COVID-19. Portugal regista mais 800 mil subscritores de serviços de streaming

A quarentena fez disparar o consumo de conteúdos um pouco por todo o Mundo. Não só de notícias e informação, mas também de entretenimento: as pessoas em isolamento social procuram novas formas de passarem o tempo. Segundo a Marktest, Portugal não é excepção e registou, entre Fevereiro e Abril, mais 800 mil subscritores de serviços como Netflix ou HBO.

O Barómetro de Telecomunicações da Marktest indicam que são, agora, mais de dois milhões os portugueses que subscrevem plataformas de conteúdos de entretenimento em streaming. Estas opções distinguem-se da televisão tradicional pelo catálogo de filmes, séries e documentários disponíveis, bem como pelo facto de serem on-demand. Os utilizadores podem escolher quando e onde ver os conteúdos que mais lhes interessam.

A Marktest indica ainda que a adesão aos serviços de streaming aumentou o número de clientes nos dois principais players presentes no mercado português. Nota-se, porém, um claro destaque por parte da Netflix, como mostra o gráfico em baixo:

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...